Melhores práticas de organização da loja

Administrar uma loja de material de construção pode ser uma tarefa árdua, principalmente se não houver disciplina para conduzir o negócio. Além de cuidar da parte burocrática da empresa, o lojista deve se preocupar com a organização do ambiente.

Estruturar fisicamente o ponto comercial não é somente uma questão estética, mas de funcionalidade. É frustrante para o cliente não encontrar o que deseja na loja, justamente por ela ter um arranjo mal feito e bagunçado. Como se isso não bastasse, o atendimento do vendedor também pode ser reflexo da desorganização: falta de comprometimento, informações inconsistentes sobre o produto e desinteresse em atender o visitante são alguns sinais de que algo precisa mudar.

Resumindo: atitudes como essas fazem a loja perder vendas e clientes, e também faz que a loja corra o risco de o ponto comercial ter uma propaganda negativa no mercado.

Organizar uma loja de material é mais que colocar cada coisa em seu devido lugar: é deixá-la atrativa, de modo a estimular a entrada do consumidor no ponto de venda e, ainda, fechar muitos negócios.

Veja as nossas dicas de como fazer isso.

1 – Tenha um bom atendimento

 

via GIPHY

 

Uma loja organizada também é sinônimo de bom atendimento. Ter uma equipe preparada, e que forneça informações adequadas para que o visitante realize a compra, faz toda a diferença na imagem do estabelecimento.

Por isso é essencial investir em treinamentos dos funcionários, principalmente com a chegada de novos materiais e mudança de layout da loja.

 

2 – Monte uma vitrine atrativa

 

via GIPHY

 

A vitrine da sua loja de material de construção é elemento de destaque para atrair a clientela. Quando bem planejada e decorada conforme os objetivos do negócio, atrai consumidores, levando-os a entrar e conhecer melhor o que a loja oferece.

Para montar uma vitrine atrativa, escolha os materiais que você quer que fique em evidência e disponha-os de acordo com a estratégia definida para a temática daquele período de vendas.

Por exemplo: o lojista pode preparar vitrine com materiais para áreas de lazer, como varandas e piscina. Em outra ocasião é possível sobressair materiais de construção inovadores para assentamento de cerâmicas e azulejos.

 

3 – Direcione seu cliente dentro da loja

 

via GIPHY

 

É preciso melhorar a visibilidade dos produtos dentro da loja. Para isso,  disponibilize os materiais em seções, prateleiras e gôndolas, seja por cores, nomes ou algum tipo de simbologia.

Agrupe, por exemplo, produtos de acabamento ou assentamento de pisos em um mesmo lugar. Isso facilita a busca do material, evitando que o cliente fique perdido nas diversas áreas da loja.

Organize o ambiente para que o visitante localize, naturalmente, tudo o que ele procura. Uma boa dica é destinar um espaço no interior da loja para produtos em promoção. Quando bem trabalhados, podem aumentar as vendas do seu negócio.

 

4 – Iluminação

 


via GIPHY

 

A iluminação também é um diferencial na loja de material de construção. Escolha uma que deixe o ambiente bem claro, enfatizando, principalmente, peças pequenas e escuras.

Uma loja de material de construção com produtos bem dispostos agiliza a tomada de decisão do cliente, melhora o fluxo dos vendedores no estabelecimento e ainda reflete a organização do negócio para os mais diversos públicos.

Sua loja atende a esses requisitos?