Você conhece todos os tipos de lajes existentes?

Um dos elementos mais importantes da construção civil e que, de forma alguma, pode ser desconsiderado, é a laje.

O mercado oferece vários tipos de lajes, e cada modelo tem suas especificações que precisam ser avaliadas conforme o projeto estrutural do imóvel.

Para conhecer melhor as diferentes soluções, elaboramos uma lista com os tipos de lajes utilizados no Brasil.

 

Laje maciça

 

Feita no próprio local de obra, é uma placa formada por concreto armado, responsável por resistir à tração e à compressão. Com espessuras que variam de 7 a 15 cm, é executada a partir da combinação de formas que garantem a superfície onde o concreto é despejado sobre a armadura de aço.

As lajes maciças são comuns em edifícios de múltiplos pavimentos e em construções como escolas, indústrias, hospitais. Geralmente, não são aplicadas em residências e outros imóveis de pequeno porte, pois, nesses tipos, as lajes pré-fabricadas apresentam vantagens nos aspectos custo e facilidade de construção.

 

Laje cogumelo

 

As lajes tipo cogumelo são aquelas apoiadas diretamente sobre pilares e não utilizam vigas. Para garantir a sustentação e evitar o efeito punção (risco do pilar exercer força e furar a laje), a ponta do pilar recebe uma estrutura maior e mais reforçada, feito a partir da maior concentração de ferro e mais espessura nos pontos de apoio.

O sistema estrutural com lajes cogumelo apresenta a vantagem de trazer mais liberdade de iluminação e ventilação ao pavimento, já que é eliminada a viga no perímetro do edifício, permitindo que a luz que atravessa a vedação vertical com vidro alcance mais o interior. Também podem ser usadas em estacionamentos (em subsolos ou não) e aumentar o limite de altura dos veículos.

Laje nervurada

As lajes nervuradas são constituídas por um conjunto de vigas que se cruzam, solidarizadas pela mesa. A diferença dela para a maciça é a existência do espaço vazio na região entre as nervuras, criadas pelas fôrmas instaladas sobre as escoras.

É a solução estrutural ideal para executar grandes vãos de laje, como shoppings e hospitais, possibilitando a construção de grandes distâncias entre pilares sem utilizar vigas, pois a nervura melhora a inércia da laje.

 

Lajes pré-fabricadas

 

As lajes pré-fabricadas são elementos estruturais de uma edificação com função de distribuir as cargas para as vigas e pilares. São constituídas por vigotas de concreto e lajotas de concreto ou cerâmica.

Esses modelos de lajes chegam prontos ou semiprontos na construção: o material é produzido em uma fábrica e pode ser utilizado em diferentes estilos de obras. A vantagem dessa solução é que ela consegue vencer grandes vãos com quantidade mínima de altura, permitindo agilidade no andamento da obra, diminuição de etapas de produção, redução da mão de obra e facilidade na execução.

 

Laje alveolar

 

A laje ou painel alveolar de concreto é pré-fabricada e consiste uma placa de concreto composta de alvéolos longitudinais que reduzem o peso, mas mantêm a capacidade de carga.

Além dos alvéolos, a solução é constituída por painéis de concreto protendido na sua base e na parte superior da peça. Entre os benefícios do material estão:

 

–    rapidez na construção;

–    ausência de escoramento;

–    uso racional de mão de obra e materiais.

 

A escolha da laje adequada depende do tamanho do vão, das características estruturais e dos detalhes arquitetônicos da obra. O importante é conversar com os profissionais envolvidos no projeto e analisar qual será mais eficiente.

 

Além disso, é indicado avaliar a necessidade de utilizar, no final da obra, um produto como o Vedalaje, que impede que a laje seja atingida por mofo, umidade e infiltração.

Gostou desse post? Quer mais dicas como essas? Entre em contato com a gente.